top of page
Buscar
  • Celia Gouvea

A Terapia Floral no cuidado dos profissionais de saúde - ASTERFLOR-MS

Diante da pandemia de Covid-10, a ASTERFLOR  vem contribuindo com atendimentos de Terapia Floral aos profissionais da saúde do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul/HRMS.



Florais serão entregues aos colaboradores (Foto: Divulgação)


A terapia floral é utilizada no HRMS para controlar emoções dos colaboradores.


 

Pensando em ajudar os profissionais da saúde e todo o corpo de trabalho do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), onde estão concentrados todos os casos suspeitos e confirmados do novo Coronavírus, o NIEPPICS-MS (Núcleo de Implementação Para Práticas Integrativas e Complementares em Educação e Saúde de Mato Grosso do Sul), juntamente com a ASTERFLOR-MS (Associação dos Terapeutas Florais de Mato Grosso do Sul), montaram a “Ação de Amor e Flor” que leva a Terapia Floral como uma forma de auxiliar os funcionários no controle de sentimentos e emoções nesse momento tão difícil de lutas, perdas e vitórias.

A diretora do Núcleo e presidente da Associação, Joseanne Roque, explica que é importante lembrar da qualidade de vida do funcionário, principalmente dos que estão na linha de frente no enfrentamento da Covid-19. “Quando saiu a notícia que o Hospital Regional foi o escolhido para abrigar os casos de coronavírus, notou-se que todos os colaboradores ficaram tensos e preocupados, isso mudaria muita coisa na vida deles tanto pessoal como no trabalho e foi aí que, em contato com uma enfermeira e com o setor de assistência ao servidor do HRMS, resolvemos montar essa ação de solidariedade”, conta.

Cerca de 700 frascos de florais já foram entregues no hospital. A Terapia Floral é uma prática reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo Ministério da Saúde. Além disso não é invasiva, não é farmacológica e não tem contra indicações, sendo eficaz para o controle das emoções.

“Em momentos de epidemias, pandemias e catástrofes olhamos para as emoções coletivas como, por exemplo, o medo, o pânico, a insegurança e alto índice de estresse, com esse conceito monta-se o buquê floral que pode ser usado por todos, pois estão passando pela mesma onda de situações, independente das suas particularidades”, explica a terapeuta Joseanne Roque.


As essências foram doadas por amigos da Terapia Floral e pelo sistema floral brasileiro de Saint Germain. A entrega aos funcionários é feita em frasco pet com válvulas spray para facilitar o uso. Além do Hospital Regional, também recebem florais a Maternidade Cândido Mariano, o Hospital do Câncer Alfredo Abrão, Hospital Universitário, Hospital Elmíria Silvério Barbosa (em Sidrolândia) e a Secretaria Municipal de Saúde de Batayporã, totalizando 1.300 frascos de florais doados até o momento.

Apoio emocional

Além de auxiliar a controlar as emoções dos colaboradores do HRMS, o NIEPPICS-MS também busca ajudar a amenizar o sofrimento daqueles que acabam de perder algum parente, principalmente pela Covid-19. Com o apoio dos Gideões Internacionais no Brasil e do próprio Hospital Regional, um kit composto com um floral, um livro do novo testamento com salmos e provérbios e uma carta de apoio emocional são entregues à família nesse momento tão difícil.


“Devido ao protocolo de óbito que está em vigor diante da Covid-19, me surgiu essa preocupação no tamanho da dor de uma pessoa ao perder um ente querido e diante disso montamos os kits. São materiais que esperamos não precisar entregar, mas se for necessário serve de alento aos familiares.


Sobre o NIEPPICS e ASTERFLOR-MS

A diretora do NIEPPICS, Joseanne Roque, que trabalha há 20 anos como terapeuta floral, explica que as Práticas Integrativas e Complementares não substituem o tratamento tradicional. Elas são um adicional, um complemento no tratamento e indicadas por profissionais específicos conforme as necessidades de cada caso. “O Núcleo busca auxiliar desde empresas até funcionários da saúde e da educação trabalhando o cuidado e autocuidado”, afirma.


A ASTERFLOR-MS (Associação dos Terapeutas Florais de Mato Grosso do Sul) visa preservar e garantir, dentro de suas possibilidades, o livre exercício do atendimento terapêutico. Também é responsável por formar terapeutas, informar ao público e contribuir para a evolução da terapia na saúde pública.

Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (67) 99614-8507.


Confira a fonte: Página Brasil


79 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


leticiavibracional
Jun 19, 2020

Gostaria de saber sobre o uso da cachaça orgânica como conservante. Em um local onde realizei orçamento, me informaram utilizar.

Like
bottom of page